Remédio Rock recomenda: OS ANTIBIÓTICOS

junho 17, 2009

 Admito que sou super suspeito para falar sobre Os Antibióticos, sendo assim, vou fazer uma “copie e cole” de uma matéria sobre a banda que saiu no site Válvula Rock  o texto foi escrito por Léo Telles, oqual reproduzo na íntegra, leia abaixo:

Há quem diga que o espírito do punk morreu. Não morreu, transcendeu. É comum achar as referências por aí. Dispersou-se em outras vertentes, se mantendo vivo e renovado. A valorização do rock que temos acompanhado na mídia, faz com que o hoje dito punk rock (ênfase no rock) vive. E dá as caras em Santa Catarina, puxado em coro pela banda lageana Os Antibióticos, trazendo ainda algo de pop na mistura.

Com suas raízes em 1997 na serra catarinense, a banda iniciou suas atividades reunindo quatro amigos que partilhavam a vontade de tocar, guardada no fundo do peito desde a épica primeira audição de Smells Like Teen Spirit. Em menos de um ano resolveram-se na formação: Guilherme e Emmanuel nas guitarras, Abelha na bateria e Jakson de frontman, vocalista e baixista da banda. Um impasse geográfico: Emmanuel mora em Balneário Camboriú (onde pelas redondezas tem seu projeto paralelo, a Tarrafa Elétrica). No mais, as corriqueiras ambições e a veia rock que os faz produzir.

   Já com formação definida, os Antibióticos encararam o estúdio para gravar a demo ‘Jardim de Infância’, em 1997 (a princípio gravada em fita K7!). Dessa forma seguiram seu caminho pelo underground fazendo shows e expondo sua música ao público da região, até que no ano de 2000 resolvem que era chegada a hora de criar e gravar ainda mais

 Eles entraram no estúdio Lom em Floripa, e produziram com a ajuda do dono do lugar, Fábio Della (Aerocirco), o EP ‘Venda Controlada’, que superou as expectativas do quarteto. Dentre os resultados, um quase-contrato com uma gravadora de grande porte. Justamente pelo ‘quase’ viram-se fadados a permanecer no underground, de onde surgiu um terceiro lançamento, em 2003.

  O ‘disco vermelho’, como ficou conhecido pela sua capa, leva o próprio nome da banda e foi totalmente produzido em casa, da gravação à arte-final, no melhor estilo ‘do it yourself’. Ele traz pérolas do grupo e do rock catarinense naquele ano, como a bela “Acho que sim, acho que não”. Recomendado a todos que gostem do punk rock da Tequila Baby até o hardcore clássico do Nofx, referências assumidas.

 Seis anos depois do lançamento do “disco vermelho” a banda passou a experimentar em estúdio e dar origem ao seu quarto lançamento, o álbum ‘Crônicas de Amor e Ódio’, lançado no mês de abril. Totalmente gravado em Lages, o mais recente material da banda apresenta um equilíbrio maior no sentido de composições diferenciadas e o balanço entre estilos que a banda propõe misturar. Destaque para o modo irreverente e desapegado com o qual o grupo canta sobre tudo o que lidamos no cotidiano. Destaque ainda maior pra faixa ‘Ouvidos para Ver’, uma peça instrumental de rock forte com uma pegada firme e diferente, que nada deixa a desejar em relação às outras tracks cantadas.

 

O quarteto deixa à disposição dos ouvintes toda sua discografia para download pelo Trama Virtual, assim como o streaming das faixas. E se você for ao show dos caras, eles também distribuem os CD´s, uma forma a mais de divulgação do grupo.

E assim, sem premeditações de lucro ou coisa que o valha, eles seguem o motivo que move tantas bandas, o simples “prazer em tocar”. Na luta por seu espaço na cena independente catarinense, a Antibióticos não perde tempo e já prepara novas músicas. A pretensão é gravar em breve, pra não deixar o som parar. Se através de selo, gravadora, ou por conta própria, com tem sido até agora? Não se sabe, o importante é que as idéias estão armadas e os remédios na mesa. Antibióticos, é. Os Antibióticos. Ouça-os.

Acesse: www.tramavirtual.com.br/os_antibioticos

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: